13 de outubro de 2003




as memorias que trouxe comigo recheam-me ainda os dias que passo longe de ti. ha imagens que ficaram gravadas sem que o papel fotografico se manche com a tua imagem.

a cobardia foi dita, ainda estou longe... muito longe do teu rosto e do dia em que o voltarei a tocar.

e se os teus dias passam em silencio os meus sao vividos numa turbolencia entorpecida pelas horas que teimam em nao passar entre nos. no espaco que vai do meu ao teu corpo.

tenho saudades tuas.