3 de dezembro de 2003

ha poemas recorrentes nas nossas vidas... o teu, por exemplo...



gosto dos toranja...


"ainda magoas alguém
o tiro passou-me ao lado
ainda magoas alguém
se não te deste a ninguém
magoaste alguém

a mim... passou-me ao lado."