14 de maio de 2004

gosto do local onde tenho aulas. tem árvores e malmequeres que crescem, rebeldes entre as pedras e as junções dos edifícios.

gosto do cheiro de relva acabada de cortar e do cheiro que antecede a chuva.

gosto do teu cheiro quando sais do banho e do calor do sol na minha pele.


há tantas coisas que não ouço de ti...

Sem comentários: