31 de outubro de 2004

claro que me vou esquecer disto. como me vou esquecer, novamente, da cor dos teus olhos (é mentira. desta vez olhei bem para eles e repeti para mim mesma "castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, castanhos, ")

mas vou-me esquecer disto. como me esqueço de coisas que escrevo e reencontro, meses mais tarde, no fundo das gavetas, entre papéis sem nenhuma importância, recibos e apontamentos de aulas que também não lembro. mas claro que me vou esquecer disto. disto e de muitas mais coisas que escreveste.

porque às vezes, escreves mais que aquilo que queres. escreves demasiado cedo, o que ainda não é para se dizer.

não esqueço mais a cor dos teus olhos. prometo.

1 comentário:

qnd_me_encontro_perco.me disse...

Consegui aceder aos comments!! :D Porque se deseja tanto esquecer isto ou aquilo? não é isso k é suposto tornar-nos mais fortes!? entao, aproveitemos!... n? :P E olhos castanhos... sao taaaaaaooooooooo bonitos!!!! cof cof....:P ;) :) ****************************************************************************************************************
M.