10 de novembro de 2004

já estou de volta ao quotidiano... curada e pronta para outra.

não espero o teu telefonema. o teu nome é apenas um nome entre tantos na lista telefónica. não espero ouvir de ti tão cedo, agora que te ocupaste com minucidades do dia-a-dia e te lembraste que eu (ainda) não passo perto da tua rua, quando saio de casa.

doem-me os olhos por ter adormecido tão tarde (cinco e meia!) doem-me os olhos por ter acordado tão cedo... e parece-me que dormi uma noite de doze horas.

2 comentários:

anarquista_duvall disse...

Welcome back.... Espero que cheia de força para mais umas tantas lutas ;)

M. disse...

u need to be tired... so that u can sleep. ... What's been going in your mind that keeps you up through the night?... é bom q justifike!... Luv***