1 de fevereiro de 2005

tu sabes.
coisas que nunca mais ninguém saberá.


como a hora certa para dizer

é tempo de te esquecer



e se ao menos tudo fosse igual a ti

aqui

Sem comentários: