28 de maio de 2006

as time goes by

sentir que o tempo nos aconteceu. assim, de repente, aconteceu-nos o tempo. e as coisas teimam em passar sem que consigamos agarrar com as duas mãos. e como é que isto aconteceu? como é que deixámos que entre nós o tempo acontecesse?

e de repente, quem nos fez assim tão grandes, tão adultas?

às vezes só me apetece ficar quieta e voltar um pouco atrás.

19 de maio de 2006

don't clowd my sky up

sinto-me anestesiada. completamente anestesiada. de cansaço. duzentos e setenta e cinco quilómetros. depois mais setenta. depois trezentos. depois mais trezentos....


e ainda agora isto começou.... revolver a cabeça com ideias, projectos....

hoje estou anestesiada. cansada. a precisar de descanso. de calor humano. simplesmente sentir uma temperatura igual à minha ao meu lado.

mas sinto-me contente. feliz quase....


faltas-me tu...

16 de maio de 2006

slowly

os dias começam preguiçosos na antevisão de um dia sem muito que fazer...

não é mesmo para mim estar todo o dia sentada... apesar da janela rasgada de onde vejo aviões a cada cinco minutos...

a vontade de partir acentua-se. acentua-se também a sensação de que fiz as opções erradas e não encontro ao redor as opções certas...

sinto a minha vida sem espaço suficiente para o que sou e não sei como gerir tudo isto... não sei o que pensar nem o que sentir... às vezes penso com força "não me deixes cair"... às vezes penso isso...

14 de maio de 2006

auuuuuuuuuuuuuu

You Were a Coyote

Brutally honest, you encourage people to show their true selves.
You laugh at life - none of it can be taken too seriously.

so... where do i really belong?

You Belong in New York City

You're an energetic, ambitious woman.
And only NYC is fast enough for you.
Maybe you'll set yourself up with a killer career
Or simply take in all the city has to offer.

13 de maio de 2006

falling

"Fall into you, is all I seem to do
When I hit the bottle
‘Cause I’m afraid to be alone

Tear us in two, is all it seems to do
As the anger fades
This house is no longer a home

Don’t give up on the dream,
Don’t give up on the wanting
And everything that’s true
Don’t give up on the dream,
Don’t give up on the wanting

Because I want you too

Stumble into you, is all I ever do
My memory’s hazy
And I’m afraid to be alone

Tear us in two, is all it’s gonna do
As the headache fades
This house is no longer a home"

placebo
meds
because i want you




quando acordo desorientada, numa cidade que não me conhece. numa cidade que nunca ouviu falar de mim. quandoa luz da manhã me fere os olhos ou o vento sacode a minha janela à noite.

as manhãs de olhos raiados de sangue. a minha vida, raiada com os traços que baptizo com nomes de autoestradas. a rodagem do meu corpo. os quilómetros da minha vida.
os dias que não passam. as coisas que não correm como o previsto.

e se...
e se....

e se as coisas fossem de outra maneira? e se pudesse esticar a mão e tocar-te... e se esticasse a mão e nunca te encontrasse?

à medida que o tempo passa as coisas não ficam mais fáceis. deviam ficar, toda a gente pensava, quando era pequena, que as coisas ficavam mais fáceis com o passar do tempo, quendo fôssemos crescidos...
falta-me tempo no visor do relógio. os ponteiros só dão duas voltas de cada vez e os números só marcam até doze.

e se os dias pudessem ter mais tempo
e se te pudesse tocar em todo esse tempo.....

12 de maio de 2006

sick days...

You're a Playful Kisser

Kissing is a huge game for you, a way to flirt and play
You're the first one to suggest playing spin the bottle at a party
Or you'll go for the wild kiss during a game of truth or dare
And you're up for kissing any sexy stranger if the mood is right!

whati?

Your Ideal Relationship is Polyamory

You want to have your cake... and everyone else's.
Which isn't a bad thing, if everyone else gets to eat too!
You're too much of a free spirit to be tied down by a traditional relationship.
You think relationships should be open and free, with few restrictions.

6 de maio de 2006

eu bem tento escapar....

You Should Be A Poet

You craft words well, in creative and unexpected ways.
And you have a great talent for evoking beautiful imagery...
Or describing the most intense heartbreak ever.
You're already naturally a poet, even if you've never written a poem.

5 de maio de 2006

ai o trabalho....

You Should Learn Portuguese

Muito legal! For you, learning a language is all about the lifestyle that comes with it.
And Brazilian beaches, hotties, parties, and soccer matches are just your style.


ainda mais????

4 de maio de 2006

working days

entrada em lume brando no mundo do trabalho...

não há assim muito que fazer por estes dias e eu tenho tempo pra me ir habituando... ainda é tudo muito novo e saudades saudades sinto é das pessoas. o telemóvel já vai em não sei quantos carregamentos consecutivos e às vezes repito para mim coisas lá de casa (como os resmungos da ni, o "amiga" especial da v... o pete sempre cansado e as suas "asneiras" de puto mimalha) ou memórias dos dias de sol (como as noites da queima do ano passado. como a rapunzel a estragar-me a surpresa) ou os encontros no progresso, na dona isabel, à porta do portal...

os lugares ainda estão muito vivos em mim e parece-me que estou aqui de visita, de passagem. penso em regressar ao porto. confesso que penso muito nisso... apesar de ter querido muito vir, penso na possibilidade de um dia regressar... já sei que as micas vão ficar todas contentes por me ouvir dizer isto. e eu não quero fazer vãs promessas nem estou a prometer nada. estou só a comentar...

quanto ao trabalho... isto aqui é um mundo.as pessoas são simpáticas e até têm inventado trabalho pra mim, uma vez que neste momento a empresa está a atravessar um "ponto morto".

os dias começam cedo e têm terminado tarde, sempre sem tempo pra nada...

working days....