20 de novembro de 2006

a vida curta nas mangas*

fim de semana lisboeta com portuenses... uma mistura bombástica. tão bombástica que me arruinou a voz. afonia quase total (então à noite é ver-me caladinha que nem um rato).

saudades das amizades. do quotidiano. das gargalhadas às lágrimas...
mostrar-te a cidade, mostrar-me a cidade.

e agora tou aqui, quase sem voz... pareço um miúdo a quem a adolescência apanhou desprevenido...

olho por cima do ombro... talvez estejas aí e eu nao te esteja a ver bem. ou talvez te tenhas realmente cruzado comigo sem que me tenha, desta vez, apercebido.
há coisas que é tão difícil aprender...
a esperar...

*

3 comentários:

Anónimo disse...

... " alguém " me disse um dia que um belo cházinho com mel cura tudo.. rouquidão , constipações, estados febris e até ataques de asma!!! incrível, é mesmo verdade!... toca a beber um antes de adormeceres e no dia seguinte acordas a cantar =) confesso que uma voz mais grave tb tem o seu " q " ... portanto... bebe o chá daqui a uns dias... hehehe BGcAQ

speechless disse...

uma voz grave sem ouvido que a ouça também não vale de muito! e quem te disse isso, é sabedor! o que vale é que aqui há uns tempos me ofereceram um sortido de potezinhos de mel que têm sido a minha salvação! BGcAQ

Inês disse...

Ficar sem voz é o resultado da conversa posta toda em dia :)
Deixei-te um desafio no meu blog. Espero que aceites :)