18 de dezembro de 2006

dinner time

as palavras dolorosas arrumadas na prateleira de cima que as perguntas difíceis desarrumam...

e que, no fundo, estavam a precisar de uma "limpeza".

o pó que se acumula nos bibelôs que herdamos de quem nos passa pelos dias. as recordações de dias e viagens. de situações e de olhares. do que tu disseste e do que disse. e de como me olhaste.

o jantar que puxa a palavra na confusão de pratos e comida. de petisco e risos. a sobremesa que puxa a palavra na confissão do que se bebeu e de como se pretende seguir para casa.

e, no fundo, o alívio no peito por ter desarrumado o que estava tão lá atrás, no fundo da prateleira e que se precisava de chegar à frente....

it's dinner time.

3 comentários:

damon disse...

está muito bonito, o speechless. envolto em paz melancólica que combina sempre bem com palavras mais fundas... e também gostei do pormenor dos óculos na ilustração;-) beijinhos

The City Lights disse...

....and what a dinner my dear....dear friend!
;)

é essa poeira embriagante que nos faz lavar a alma, e desejar sentirmo-nos vivos outra vez, procurando incessantemente um simples gesto como um baixar de olhos!

Um besso com (mais um) brinde
;)

indigo des urtigues disse...

Às vezes faz bem desarrumar...;)

Beijoo