25 de janeiro de 2007

cadernos inteiros

"ah mas tu escreves?"

cadernos inteiros de palavras soltas e verbos esconjurados. demasiados espaços em brancos. noites sem um único som. dias cheios de palavras e sons e cheiros e cores diferentes. sensações e sentidos que se afloram no papel, em frente aos meus olhos.

cadernos inteiros de riscos de caneta, alguns quase imperceptíveis. a pressa da tinta perseguindo o pensamento que vai sempre mais à frente.

cadernos inteiros de mímicas. de gestos que são frases inteiras. textos e livros. podia pintar uma cara de pierrot e imobilizar-me (santa catarina, rua augusta, praça da figueira, praça dos clérigos, chiado, cedofeita). pintar uns olhos sobre os meus olhos. outros olhos onde os meus descansam. (é isto que chamam ver o mundo com outros olhos?).

cadernos inteiros de roteiros que me doem nos tendões, nos músculos. pequenos pontos de atracção assinalados, pequenos esquecimentos deixados ao acaso pelas páginas.

sim, escrevo.
cadernos inteiros de quem sou.

22 de janeiro de 2007

19 de janeiro de 2007

escala musical

ando a trautear esta música mas na versão portuguesa (quase herbert richard!)...

podia-me dar para pior...


10 de janeiro de 2007

start. restart

V amiga, és a maior!

depois de uma longa conversa sobre start e restart. reboot à máquina.
estás pronta? estás mesmo pronta? vamos a isto? aproveitar o reinicio do calendário, o reset no relógio e começar de novo.
esquecer antigos vícios, antigas tricas. começar tudo de novo. como se hoje fosse a primeira vez que nos conhecessemos. escolhamos um momento específico, um sentimento bom. mesmo bom. e partamos daí.



tindersticks
can we start again

7 de janeiro de 2007

this has got to stop

o ar aquece nas janelas.

sair de casa. caminhar pela cidade, olhar o azul do céu e as cores tão diferentes de todas as casas.

descobrir que és capaz de um frio de aço, que corta o dia ao meio.
um eléctrico que passa. objectivas duma cidade que se contorna em antigos carris.
estão 18 graus num dia de janeiro. dezoito. assim com todas as letras. os olhares desorientados de quem é de cá. os sorrisos de quem ouviu falar do tempo mediterrânico nesta cidade e veio, maravilhado, experimentar.


you can't paint an elephant quite as good as she
damien rica, "elephant", 9.

2 de janeiro de 2007

2007

entra um novo ano. e tenho a anunciar que este ano não tenho resoluções determinantes e life changing.
pois é... este ano só quero ser mais e melhor. ter mais tempo para mim e para aquilo que gosto de fazer e, acima de tudo, ser mais organizada e mais aplicada.
e pronto. o tiver de ser será e todas essas frases feitas. não "balancei" 2006 nem o vou fazer.

mas, de qualquer forma, gostei de ver a comunidade cibernauta em acção para este vídeo...