22 de maio de 2007

This is how my heart behaves

daqui deixa-me contar-te...

que não escrevo. não escrevo mais. canetas que se esquecem por todos os cantos do meu corpo.
palavras que ainda me correm nas veias. as sílabas. os ditongos.

não escrevo mais.
moldo em barro fresco braços e pernas. ombros, pescoços.
a curva da cintura. o peito que se alarga. o osso da clavícula. o queixo. a boca a boca a boca.

textos físicos. sem espaço para orgãos internos. isolados. corpos completos. um dedo ao de leve pelas costas.

primaveras que despertam.
as primeiras ervas. dandelions....

" I’m a stem now
Pushing the drought aside
Opening up"

8 de maio de 2007

dora dorinha ou como todos os pássaros são patos menos o meu

finalmente fi-lo. e não custou tanto como eu pensava. não custou tanto quanto eu pensava...
apesar de, segundo a minha cara, todos os pássaros serem patos (muito pouco poético da sua parte, devo-lhe confessar), houve uma clara cedência no meu caso.

e portanto, no caso da dora, da dorinha, a excepção foi feita...

e cá voa ela. ainda sulcando o seu lugar, ainda nidificando por dentro.


por estes dias o calor começa a apertar e o corpo solta-se...



another constellation dies