22 de maio de 2007

This is how my heart behaves

daqui deixa-me contar-te...

que não escrevo. não escrevo mais. canetas que se esquecem por todos os cantos do meu corpo.
palavras que ainda me correm nas veias. as sílabas. os ditongos.

não escrevo mais.
moldo em barro fresco braços e pernas. ombros, pescoços.
a curva da cintura. o peito que se alarga. o osso da clavícula. o queixo. a boca a boca a boca.

textos físicos. sem espaço para orgãos internos. isolados. corpos completos. um dedo ao de leve pelas costas.

primaveras que despertam.
as primeiras ervas. dandelions....

" I’m a stem now
Pushing the drought aside
Opening up"

6 comentários:

vidinha disse...

Que intensidade, que ousadia, que sensualidade... em tão poucas palavras tantas sensações!

Anónimo disse...

lindo, lindo. como tu.
A.

Damon disse...

Gosto mesmo mesmo mesmo mesmo muito! Tem uma intensidade muito tua. (Não deixaste nada de escrever;-)

Beijinhos

Anónimo disse...

Tenho saudades tuas.


J. ;]

delilah disse...

gostei tanto daqi.
nao deixes de escrever, esgota as palavras, as canetas e as silabas.
*

inspiration disse...

o quee tu queres sei eu...