8 de outubro de 2007

ah e tal... diz que é uma espécie de declaração

"ah e tal quero casar contigo"

ora pois concerteza... muito obrigada pela proposta mas eu não costumo aceitar ou sequer considerar propostas anónimas. portanto, este blog tem o seguinte a declarar:

tendo em conta a "rebaldaria" de comentários nos últimos tempos e considerando que os anónimos (exceptuando raras excepções) não se identificaram, após vários apelos, este blog deixa de aceitar, a partir de agora, comentários anónimos. desculpas à amiga .j. que não se gosta de registar (mas que sempre se identifica mas, como deves compreender cara amiga, isto assim é uma vergonha!)

sim que, ah e tal, quero casar contigo é muito lindo mas isso sem identificação, sem anel e sem joelho no chão, não é pedido em condições!

tenho dito!

6 comentários:

rapunzel disse...

e se eu pedir?? :D

eheheh acho muito bem... é que isto de comentários anónimos é uma grande chatice. ainda me aparece aqui um vírus não identificado!! :D

beijos com saudades

indigo des urtigues disse...

ahahaha é assim mesmo, há que impor regras:P

scarface disse...

...e por falar em anónimos 8-) (quem sou, quem sou?) :P
Sim, isto de andar a fazer declarações e pedidos de casamentos e receber rosas e e e, tem q acabar!
:P

a anónima

scarface disse...

Ah, já agora deixa-me dizer que hj foi a primeira vez que comentei no teu blog, portanto n quero ser acusada de nada, livra :s além de que n tenho confiança, pois ainda n partilhamos o mm prato :P

. A . disse...

Só para que conste e que que fique registado: posso ter participado na rebaldaria anterior de comments ao post do Great Escape, mas... eu fui o Anónimo que assinou sempre. Sem essas meias palavras cheias de amargura do outro anónimo. Portanto, também nada tenho a ver com este pedido de casório um bocadinhoooo desesperado. lol mas olha, vê lá, considera. pode ser q seja um bom partido.
From now on, não faço mais intervenções inoportunas.

Crestfallen disse...

Só hoje encontrei este blogue e, vim aqui parar depois de ler um texto no "Jornalismo Porto net".

Parece que a blogósfera é um local estranho, em que alguns estão aqui pelo prazer da escrita e da leitura, outros pelo engate.

Ainda há menos de um mês, estive perto de fechar o meu blogue, devido a uma louca que resolveu apaixonar-se por mim, pelo escrevo e não por quem sou. Ninguém sabe quem sou. Uso um pseudónimo para escrever sem barreiras nem limitações.
A loucura dessa leitora, levo-a a iniciar uma campanha de tentativa de invasão da minha vida privada, desmotivando-me de escrever.

Esta menina, não comentava como anónima, mas na internet todos nós somos anónimos.

Os comentários anónimos, por vezes ofensivos, não me fazem diferença. O que é realmente perturbante é esta fina linha que separa a blogósfera de engatósfera.