19 de fevereiro de 2009

nos ouvidos

para além da cera (:p) anda esta senhora a cantar-me e a fazer-me ter saudades a sério de me perder na noite...



e esta, só para o delírio

16 de fevereiro de 2009

amén e ao pai

entre a massa, os cogumelos, o franguinho e as natas acabei de ser alvo de uma tentativa de conversão na minha cozinha.

sim. uma das minhas colegas de casa tentou converter-me (não sei se já referi mas vivo com- ou pelo menos no início do ano era assim, entretanto já houve baixas - duas nigerianas, um sudanês, uma americana e uma espanhola).

do nada, enquanto saía da cozinha, perguntou-me "are you christian?" (por momentos achei que ela também conhecia o meu amigo Christian e ia-lhe dizer que sim, que o conhecia e que ele era um tipo impecável, voluntário, que fazia coisas incríveis pelo mundo fora).

lá lhe disse que sim, tinha sido educada enquanto cristã mas que essa não era uma questão simples nem linear para mim. e lá começou ela a tentar evangelizar-me... isto enquanto eu tomava conta do frango com cogumelos e da massa...

ainda lhe tentei explicar que era uma pessoa demasiado racional para religiosidades mas percebi que lhe ia ferir a sensibilidade, ela que é a única simpática cá em casa...

entre filosofia e dogmas, lá a tranquilizei que um dia, um destes dias iria com ela ouvir o pastor dela (sim sim, havemos de combinar isso!)

e lá vim eu com a minha massinha com franguinho e cogumelos, tudo muito pouco católico, ver o prós e contras sobre o casamento de pessoas do mesmo sexo...

12 de fevereiro de 2009

11 de fevereiro de 2009

fire alarms (ou como fazer figura de anormal às 6.30 da manhã)

e estava eu preocupada em acordar esta manhã...

seis e meia da manhã, toca o alarme de incêndio... já tinha acontecido uma outra vez (uma simulação) por estas bandas. a coisa dura sempre pouco tempo mas rapidez é essencial portanto calcei umas botas, casaco quente e cachecol e ala que se faz tarde.
tuc tuc tuc, escadinhas abaixo, aí vamos nós...

só que!!!!! the plot thickens.... não há ninguém (como é usual) da residência a esperar-nos.
o alarme continua alegremente a tocar enquanto os responsáveis aparecem, ainda mais abananados que todos nós (se é que é possível!) carro dos bombeiros... enfim.... uma loucura...

nem sequer vou tecer comentários ao facto de termos estado MEIA HORA debaixo de frio londrino (felizmente não chovia)... agora... banho quente, café e embora lá que o dia já espreita... muito menos me vou pronunciar sobre o facto de estarmos todos meio em pijama, meio vestidos (e sim, há pijamas bem feios e fininhos neste frio de Inverno...)


(e sim... o meu pijama tem o Mr. Daydream)

8 de fevereiro de 2009

maps


Discover Yeah Yeah Yeahs!


e a culpa é dela, que me relembrou o quanto eu adoro esta música (ouvida à exaustão, mouthed à exaustão no autocarro, com o volume no máximo)

2 de fevereiro de 2009

show the snow (or snow? show!)


depois de um óptimo fim de semana sempre a palrar português com a j e o r e a descobrir coisas novas em sítios já tão conhecidos em londres; depois de um fim de semana de galerias e quadros, maravilhas (do mundo e outras), como se poderia finalizar senão com neve?

Começou timidamente a cair durante a tarde. nada que durasse nos cabelos ou nas palmas das mãos. flocos quase invisíveis a redemoinhar ao vento. depois, ao fim da tarde... neve a sério. horas depois, o chão já se começava a cobrir de branco...


e hoje de manhã, apesar dos voos cancelados, da inexistência de autocarros, do metro estar praticamente paralisado... há um manto de branco que cobre londres.

agora recomeçou a nevar. não há quase ninguém nas ruas. ontem há noite, nas ruas desertas, houve lutas de neve, gente a tentar reunir branco suficiente para um boneco de neve e muita gente a tirar fotografias. (as fotos são. a vista do meu quarto ontem à noite e esta manhã...)